conheça meus serviços de consultoria de estilo

Tag: gabi carvalho

Emma Watson e a indústria da moda

Olha, confesso que andava um pouco desanimada e sem inspiração para postar aqui no GC, também porque a mudança aqui no blog está um pouco atrasada. Mas surge uma pauta interessante: o baile do MET que ocorreu na segunda-feira. O baile é uma das noites anuais mais importantes – ou de maior impacto – na indústria da moda e reúne vários nomes importantes do momento.

O evento conta sempre com a escolha de um tema que o identifica e posteriormente passa a fazer parte de uma exposição no Metropolitan Museum of Arts em Nova Iorque. O tema deste ano foi “Ser Humano x Máquina: A Moda na Era da Tecnologia” e muita gente tentou seguir a linha temática, Claire Danes maravilhosa até usou um Zac Posen que brilhava!

No entanto, quem roubou a cena e chamou todo mundo para um papo reto foi a Emma Watson! A embaixadora da ONU desenhou juntamente com a Calvin Klein e a Eco Age o look usado no evento com material reciclado. Foram utilizadas garrafas plásticas, que são uma das principais formas de poluição do planeta, para produzir o tecido necessário para as peças. Emma conta que tentou criar peças que ela poderia reutilizar separadamente, por isso fez uma calça separada da parte de cima, por exemplo, e ainda pensou na saia como sobreposição.

A indústria da moda é responsável por vários aspectos diários na vida de cada um de nós, incluindo o seu impacto negativo diante do ambiente, sendo a segunda maior indústria responsável pela poluição da água do planeta (!!!). Há muito descarte, pouca reutilização e atualmente, com as mídias digitais e a influência diária que a gente recebe, parece que nunca temos o suficiente e que sempre há algo que precisamos adquirir para que nos sintamos bem e “na moda”.

Diante disso, o que Emma Watson defendeu no evento precisa atingir o máximo de pessoas possíveis, porque nós podemos ser o caminho para que a indústria da moda perceba sua importância ambiental e repense o seu jeito de produzir moda. Mas para isso, nós precisamos aprender a consumir.

Questionamentos eficazes na hora de fazer uma compra consciente, tanto pessoal quanto ambiental:

  1. Essa peça transmite quem eu sou?
  2. Conseguirei coordenar looks com ela com as outras peças que já possuo?
  3. Diante da minha rotina, o quanto de uso conseguirei fazer dela?
  4. O preço vale a peça? Barato demais e pouca qualidade (pequeno ciclo de vida -> descarte) ou o preço é ok e a qualidade também (maior ciclo de vida -> diminui descarte)?

No processo de Consultoria de Estilo, o consumo consciente é um dos ensinamentos – na prática – que nos fortalecem tanto como conhecedoras de quem nós somos, como de colaboradora da nossa casa (o ambiente) e do nosso bolso! Qualquer dúvida ou mais informações sobre meu trabalho, é só enviar um e-mail para: contato@gabicarvalho.com!

 

Formação em São Paulo: Consultoria de Estilo

Quem me acompanha pelo Instagram e Facebook viu que estive em São Paula há duas semanas… E o blog que já estava meio desatualizado ficou ainda mais. Mas tem motivo – muito incrível, posso dizer.

Sabe quando você sonha muito, muito, muito com uma coisa? Sonha tanto e por tanto tempo que acha que esse sonho nunca vai se materializar, mesmo que em partes e não completamente? Era assim que eu me sentia em relação ao meu sonho de trabalhar e estudar moda. Muito antes de pensar em escolher qualquer curso para fazer na faculdade, trabalhar com moda sempre foi o meu principal objetivo – mas por circunstâncias variáveis nunca foi possível. Até Fevereiro de 2016.

Fui para São Paulo fazer um curso (super) intensivo de formação em Consultoria de Estilo ministrado pela Cris e Fê do Oficina de Estilo. E, mesmo que percebendo que o trabalho não era diretamente com a moda, a metodologia é maravilhosa e apaixonante.

Mais do que moda, roupa, tendência, a pessoa é o mais importante em todo o processo. A cliente é o principal foco do trabalho da Consultoria de Estilo, porque é baseado quase que completamente em quem ela é e em quem ela gostaria de ser e, o melhor, totalmente não limitante. Não é porque você tem certo tipo de corpo que você não pode usar determinada peça. Você quer usar? Você pode! O que nós, Personal Stylists, fazemos é encontrar a melhor opção pra você!

beproudofwhoyouare
Sinta orgulho de quem você é <3

Você sabia que todo mundo tem estilo? Sim, todo mundo tem! Sabe por que? Porque quem tem referências do passado, rotina, preferências e personalidade, tem estilo. O que falta, às vezes, é saber como transmitir esse estilo ao se vestir. E esse é o papel da Personal Stylist. Descobrir o estilo da cliente e ajudá-la a transmitir isso no guarda-roupas.

O processo é lindo. O autoconhecimento e a autoestima da cliente são o foco da consultoria. O resultado que queremos chegar é que a cliente se enxergue com mais amor, com maior aceitação e que encontre, ao abrir o guarda-roupas, quem ela é. Quando ela aprende a se amar e a colocar suas preferências em primeiro lugar, ela não se preocupa mais com o que o outro vai achar dela nem muito menos como o outro quer que ela se pareça.  Não é maravilhoso?

O consumo consciente, saber como, onde e por que comprar. E ter como resultado um guarda-roupas preparado – que conversa entre si – são dois pontos muito importantes na metodologia da consultoria de estilo.

As razões para contratar uma consultora de estilo são infinitas, mas o resultado é incrível tanto para a consultora, quanto para a cliente. Se descobrir e aprender mais sobre quem a gente é, não tem preço, né? A autoestima não é importante apenas para a consultoria, mas para a  vida.

O trabalho é incrível e eu já estou atendendo a primeira cliente <3. Ainda vai ter muitos posts sobre isso aqui no GC, mas quem tiver interesse e quiser mais informações sobre o processo é só enviar um e-mail para contato@gabicarvalho.com

Quis fazer esse post para explicar a razão do blog ter ficado meio paradinho. Estava decidindo como algumas coisinhas iam acontecer por aqui, mas já está mais ou menos tudo encaminhado e logo mais vocês entenderão, tá?

 

Moda: a tendência lampshading

Confesso que após ler algumas matérias, notei que  já usei algumas vezes por aqui –  postei duas fotos no instagram com looks nesse estilo. É uma tendência que, muito antes de saber detalhes sobre, já fazia parte do meu guarda roupas, então, pode-se dizer, que tem tudo a ver com meu estilo, né?

É importante entender o seu jeito, seus gostos para decidir usar ou não uma tendência. Porque, como já falei várias vezes aqui, tendência é sempre um plus, não é o todo.

Mas o que é lampshading? O significado do termo ao pé da letra diz respeito àquela capa que colocamos nos abajures, sabe? Mas em relação a tendência, faz referência a peças oversized, como t-shirts, moletons, camisas que são usadas como foco do look. Normalmente são grandes o bastante para cobrir toda a peça de baixo ou a maior parte dela e lá fora são usadas principalmente com botas bem altas – que não é muito conveniente pra gente aqui no Nordeste, né?

Mas a gente adapta! Uma das características que eu mais gosto é isso, adaptar a moda ao que é conveniente, a nossa cara e ao nosso jeito…

Para você entender mais um pouquinho desse estilo, deixarei fotos aqui, começando pelas duas que postei no instagram, claro, haha!

lampshading lampshading2lampshading3lampshading4lampshading5lampshading6lampshading7

Curtiu ou nem tanto? Fala aqui nos comentários!

Beijooo

Links da semana

O links da semana está no ar, desculpa o atraso – era pra ele ter saído na sexta-feira como combinei, né? Ele estava pronto, todo bonitinho aqui, mas fiquei tão cheia de compromissos (sorry kerida, haha) que acabei deixando pra depois! Mas vai valer a pena, de qualquer forma. Escolhi links que realmente amei e todos eles traz um pouco de reflexão pra nossa vida! Tem sobre lifestyle, moda, comportamento. Acho que você vai curtir. Bora lá?

Ei, vem cá… “O que está te impedindo de realizar seus sonhos”?

Moda é diversão, arte, personalidade e não perfeccionismo. A gente não precisa estar certinha o tempo todo, milimetricamente sem nenhum fiapo fora do lugar – não estou defendendo que a gente não deva se cuidar -, mas dá uma lida no texto da Ana que você vai entender! 🙂
ana-hvaoff-535x782

E mais uma vez a Stephanie tirando as palavras da minha boca:feminismo

Espero que você tenha gostado desse links da semana mais textual, eu diria! Conta nos comentários sua opinião!

Beijo